Notícias

O Complexo Industrial, localizado em Cotia, possui 3 mil metros quadrados de área e recebeu um investimento de cerca de R$ 200 milhões

VOLTAR PARA LISTA COMPLETA


A Blau Farmacêutica,  inaugura em seu complexo industrial de Cotia (SP) uma planta dedicada à produção de insumos farmacêuticos ativos (IFA) biotecnológicos.

Nesta primeira etapa, a fábrica recebeu o certificado de Boas Práticas de Fabricação de Insumos Biológicos, publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no Diário Oficial da União, para produzir 4 IFAS biotecnológicos, utilizando a tecnologia de DNA recombinante para as proteínas: Alfaepoetina (tratamento da anemia causada pela insuficiência renal crônica e anemia secundária a quimioterapia), Filgrastim (indicada na reversão ou prevenção da neutropenia – número reduzido de glóbulos brancos no sangue – e incidência de neutropenia febril, em pacientes submetidos a quimioterapia citotóxica ou Transplante de medula óssea) , Peg-Filgrastim ( é uma forma de filgrastim de longa duração, a tecnologia incorpora a filgrastim em uma concentração maior (6 mg) na solução peguilada proporcionando maior aderência ao tratamento e diminuindo o número de aplicação em relação ao Filgrastim) e Somatropina (hormônio de crescimento).

Com o trabalho na área de Pesquisa, desenvolvimento e Inovação, o Inventta, e parcerias com universidades Internacionais.

Além de também usar tecnologias e equipamentos modernos, seguros e sustentáveis em sua maioria adquiridos na Europa.

A nova planta possui 3000 metros quadrados de área e recebeu, portanto, um investimento de cerca de R$ 200 milhões.

Com esta inauguração, a Blau Farmacêutica se consolida sua posição com uma plataforma Biotecnológica no Brasil.

Com capacidade e tecnologia para abastecer o mercado nacional e o internacional.

Esta nova fábrica de IFAs Biotecnológicos abre uma nova perspectiva para a companhia e para o Brasil por ter áreas dedicadas e segregadas – uma por cultivo celular (perfusão) e outra por bactérias (fermentação).

Esta plataforma possui flexibilidade para produzir vacinas (com vírus inativado), anticorpos monoclonais, imuno-oncológicos, além das proteínas recombinantes.

Próximos passos

Na próxima etapa, que já está em andamento, a empresa incluirá no seu BPF mais uma proteína recombinante por fermentação e três anticorpos monoclonais produzidos por cultivo celular em biorreatores descartáveis (single use).

Assim que autorizado pela Anvisa, também deixará de importar Alfaepoetina e Filgrastim.

https://pharmainnovation.com.br/blau-farmaceutica-inaugura-planta-dedicada-a-producao-de-ifa-biotecnologicos/

Português Inglês Espanhol Espanhol
+
+