Notícias

Hahn vai a Barcelona buscar o título da GT Open

VOLTAR PARA LISTA COMPLETA


Chegou a grande final! Em Barcelona, neste fim de semana, finalmente conheceremos o grande campeão da temporada 2020 da GT Open. Na categoria PROAM, a disputa está emocionante. De um lado, o piloto brasileiro Marcelo Hahn a bordo de uma McLaren 720s preparada pela equipe Teo Martin e carregando as cores da Blau Farmacêutica e Preserv. Do outro, a dupla formada pelo polonês Patrik Krupynski e pelo austríaco Christian Klien a bordo de uma Mercedes AMG GT3 preparada pela equipe JP Motorsport. Restando duas corridas para o fim do campeonato, Hahn lidera a disputa com apenas um ponto de vantagem. 

“Foi um campeonato emocionante e a final não poderia ser diferente. Parte deste grande equilíbrio se deve também aos handcaps, tivemos que pagar vários deles ao longo da temporada. Mas felizmente chegamos para a decisão no meu melhor momento e tendo de volta o Allam Khodair ao meu lado para esta disputa”, afirmou Marcelo Hahn.

Tradicional parceiro de Hahn a bordo da McLaren, o Japonês Voador foi ausência sentida no grid da GT Open este ano. Das cinco etapas disputadas até agora, ele não participou de três: Paul Ricard, Red Bull Ring e Spa-Francorchamps. Todas por conta de coincidências de datas com a Stock Car. Nas duas participações que teve, entretanto, fez a diferença. Em Hugaroring, na abertura da temporada, conquistou dois segundos lugares. Depois, em Monza, ele e Marcelo foram segundo colocados na prova do sábado e  venceram a corrida do domingo. 

“Foi duro ficar afastado em tantas corridas e deixar meu parceiro de mais de 13 anos, mas foi um pedido dele próprio, para que eu seguisse na Stock Car, correndo também pela Blau. Agora estou feliz por poder voltar justamente na grande final. Temos que manter o bom desempenho que tivemos nas outras provas da temporada e, se conseguirmos fazer isso, sairemos daqui com o título”, disse Khodair, que ao lado de Marcelo Hahn foi campeão Sul-Americano de GT3 em 2013. Juntos agora, buscam conquistar o primeiro título europeu.

“Estou com o Marcelo há anos e desde então ele só vem evoluindo, se adaptando melhor a carros diferentes”, disse Khodair. “Conquistamos o sul-americano de GT3 na Argentina com uma Lamborghini. Estreamos na GT Open em 2017 com uma Mercedes e desde o ano passado estamos com a McLaren. Em todos eles fomos competitivos e é justamente esta evolução que ele teve que tornou possível chegarmos ao final da temporada com a chance de consolidar este título”, completou.

A rodada final da temporada 2020 da GT Open será disputada em duas corridas. A primeira acontece no sábado, às 10h30. Depois, no domingo, a grande decisão está marcada para 10h20. As duas provas contam com transmissão ao vivo do canal da GT Open no Youtube.

Português Inglês Espanhol Espanhol
+
+